domingo, 16 de janeiro de 2011

Luar

Postado por Babi às 13:35
Reações: 
0 Comente aqui.
Hoje eu parei para observar a lua, não estava cheia, mas estava lá. Parei e pensei no motivo pelo qual não presto mais atenção nela. Ela está ali todos os dias, e só hoje parei para observá-la.


Depois pensei nele, pensei que assim como a Lua, ele sempre esteve aqui, nem sempre presente, mas sempre esteve aqui e só agora parei para olhá-lo, para ver o quão importante ele é para mim, assim como a Lua.

E tive a impressão de que ele estava ali comigo, mesmo não estando de verdade, ele estava ali, assim como a Lua, pois a mesma Lua que me atrai a atenção aqui, é a Lua que está sobre ele nesse momento. E isso me deixou mais próxima dele, me fez sentir a felicidade que eu já não sentia a semanas.
E descobri que amo a Lua assim como eu o amo.

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

...

Postado por Babi às 00:48
Reações: 
0 Comente aqui.
Com tudo que vem acontecendo comigo, com meus antigos novos sentimentos e todo o resto, creio que ficou mais fácil para eu me abrir, pelo menos aqui no blog.

Acho que sempre fui fechada, e talvéz seja essa a causa de todos os meus problemas, se não todos, pelo menos de alguns deles.

Peguei um caderno novo, todas as folhas em branco. Talvez eu queira escrever uma nova história, acho que cansei das antigas reclamações, dos problemas antigos, dos velhos amores... talvez eu queira direcionar minha história para um novo final, diferente daquele que eu estava trilhando. Talvez eu queria menos "talvezes" na minha vida.

Quero olhar para trás e saber que fui forte o bastante para mudar o meu rumo. Cansei de olhar para páginas em branco sem saber o que fazer com elas. Quero escrever mais, quero me arriscar mais. Essa é minha melhor terapia, ou a melhor maneira de me abrir mesmo que com pessoas que talvez eu nem conheça.

Por enquanto é só. Por enquanto.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

O tempo...

Postado por Babi às 15:58
Reações: 
0 Comente aqui.
Esse post eu escrevi e coloquei no blog em 2009, aliás, foi um dos primeiros que eu escrevi. E como estou quase sem imaginação, resolvi colocar esse post mesmo, que eu admito que ficou bonzinho até.

Enjoy.

O tempo, para alguns passa rápido demais. Para outros, devagar demais. Mas para todos ele não para.

Tem dias que você curte o dia inteiro, que ele passa tão rápido, parecendo que você acabou de levantar da cama. Mas tem dias, que você se pergunta "Porque eu levantei hoje?". Mas a cada dia, o tempo parece mais curto, os cabelos vão ficando grisalhos, sua pele vai enrrugando, seus joelhos já não aguentam permanecer em pé por muito tempo, você se olha no espelho e se vê diferente. Você já não está jovem, já não pode correr, pular, já não pode fazer coisas que a 20 anos você faria com o pé nas costas.


É, o tempo não para. A cada dia que passa, vamos ficando mais velhos, mais cansados, mais doentes. Tem dias que você curte a vida adoidado como se o mundo fosse acabar amanhã, você ainda tem planos que precisam ser realizados. Mas tem outros dias, em que você acorda imaginando o por que do mundo não ter acabado ainda, afinal, você não tem mais nada para fazer aqui.


Tem dias que você liga a televisão, vê que inventaram uma nova cura para alguma doença, imagina que o mundo ainda tem salvação. Mas tem dias, em que você liga a televisão, e vê que mais pessoas morreram nas mãos de bandidos, e imagina que o mundo já está perdido.


O tempo para alguns é rápido demais. Para outros, lento demais. Mas para todos, o tempo não para.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Postado por Babi às 12:46
Reações: 
0 Comente aqui.
"'Cause everything you do and words you say
You know that it all takes my breath away
And now I'm left with nothing
So maybe it's true that I can't live without you
And maybe two is better than one
There's so much time to figure out the rest of my life
And you've already got me coming undone
And I'm thinking two is better than one..."

Era uma vez uma princesa que vivia em seu mundo encantado, quando ela conheceu um principe...

Para, para, para. Pode parar...

Nada de contos de fadas aqui ok?!

Voltando ao assunto...

Era uma vez EU... sim, acho que estou apaixonada, e dessa vez é verdade mesmo. Não vim aqui para contar minha história de amor, até porque ela nem existe. O que existe é uma pessoa (EU) que se apaixonou, ou melhor, descobriu que sempre esteve apaixonada pela mesma pessoa.

O único pequeno (gigantesco) problema é que eu sou covarde demais para me abrir. Estou apaixonada, sim. Não é amor. É algo que me deixa sem ar, sem palavras, sem jeito, sem o mínimo de raciocínio lógico.
Sabe quando você gosta tanto de uma pessoa que é capaz de fazer qualquer coisa para vê-la feliz, quando ouve ele falar sobre outras meninas dá risada apesar de estar se corroendo de ciúme? Pois então, estou assim. Sempre estive assim. Só demorei um pouco para perceber.


sábado, 1 de janeiro de 2011

Ano novo, vida nova...

Postado por Babi às 13:29
Reações: 
0 Comente aqui.
e quem realmente acredita nisso? Você terá a mesma vida. Me desculpe se estraguei alguma crença, mas é a pura verdade.

A propósito,

FELIZ ANO NOVO.
 

Esse é o MEU conto de fadas. Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez