sábado, 24 de setembro de 2011

Refletindo

Postado por Babi às 22:06
Reações: 
0 Comente aqui.
Todos os dias, quase sempre sem vontade alguma de sair de casa, vou até o terminal de onibus para poder  ir até a faculdade. Isso pode parecer ruim, e talvez seja, porém, é um motivo a mais para eu poder observar as pessoas e refletir sobre tudo. Isso pode parecer meio doentio, mas não é, e eu posso explicar.

Eu geralmente me sento sozinha no banco do terminal, enquanto aguardo meu ônibus com os fones de ouvido colocados e o volume alto o bastante para que eu possa ouvir todas as minhas músicas, que vão de Ana Carolina a Slipknot em apenas um "click".

Quando já coloquei aquela mesma música de sempre, vejo aquelas mesmas pessoas, tropeçando nos próprios pés, na tentativa de alcançar aquele onibus que já lotado acaba de dar a partida, e já sem fôlego entram e respiram aliviados naquele pequeno ambiente de ar escasso, e então penso: qual é o motivo disso tudo?

Porque precisamos estudar tanto para entrar numa boa faculdade? Porque nos sentimos na obrigação de emendar o ensino médio na faculdade, mesmo sabendo que pouquíssimas pessoas realmente acertam a escolha na primeira tentativa? Porque nos preocupamos tanto em estar nos padrões de corpo e moda que nos são empurrados garganta a baixo pelas pessoas e pelas mídias que nos rodeiam? Porque todas aquelas pessoas que eu observo no terminal, todos os dias, saem de casa enquanto seus filhos ainda dormem e só retornam ao lar quando estes já estão dormindo?

Tudo isso é necessário, claro. Mas ao mesmo tempo isso é entristecedor, porque nós nunca seremos bons o bastante.

sábado, 17 de setembro de 2011

Não deixe o amor passar...

Postado por Babi às 14:08
Reações: 
0 Comente aqui.
Olá pessoas,

acho que nesse final de semana, não vou ter nada de útil para postar aqui. Portanto, hoje vou postar um poema do Carlos Drummond de Andrade que se chama "Não deixe o amor passar". Espero que vocês gostem dele tanto quanto eu.

"NÃO DEIXE O AMOR PASSAR


Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento,houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: O Amor.
Por isso, preste atenção nos sinais - não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR."


É lindo né?

Câmbio desligo.
Beijos.





sábado, 10 de setembro de 2011

Amor Pueril

Postado por Babi às 06:43
Reações: 
0 Comente aqui.
Cá estou eu, sentada em meio a multidão, esperando por você. Olho para os lados na tentativa de ver você chegar, mas a única coisa que vejo são as mesmas pessoas de sempre com sua pressa rotineira. Fico ali, sentada, imaginando como será quando você aparecer, seu abraço, seu beijo.
Me sinto frustrada, abaixo a cabeça para voltar a ler aquele texto horrível escrito em páginas amareladas pelo tempo. Já se passaram horas, penso. Olho no relógio. 3 minutos.

Minha infelicidade aumenta a medida que esses 3 minutos vão se multiplicando. Já estava me apegando a ideia de que você não iria aparecer quando vejo, em meio aqueles rostos, o teu. Um sorriso involuntário teima em aparecer em minha face. Isso é ridículo, estou parecendo uma criança em noite de natal. Mas é impossível não sorrir.

Me levanto esperando que você me pegue em seus braços e me dê aquele tão sonhado beijo. Me contento com um "bochecha com bochecha". Agora que você está aqui, sentado tão perto de mim, aquelas falas que tanto tentei decorar não apareceram.
Quando isso ficou tão estranho? Antes, quando éramos apenas bons e velhos amigos, eu poderia ficar horas conversando e dividindo uma coca-cola com você. Mas agora não. Maldito amor. Porque fui me apaixonar pelo meu melhor amigo?

Começo a olhar para os lados novamente, vejo vários casais conversando de mãos dadas e rostos colados. Mas vejo vários grupos de amigos também. Lembro de quando éramos assim, de quando essa paixão devastadora ainda não se mostrava presente, pelo menos, não tão presente assim, mesmo que eu sempre soubesse que você sempre foi mais que um amigo pra mim, quando nós saíamos para beber e conversar. Pensava em você como um irmão, não como um candidato à namorado. Lembro que você está ali, sentado ao meu lado já entediado pelo silêncio.

Olho para baixo na esperança de encontrar as palavras certas entre meus dedos da mão, ou no chão. Tentativa frustrada. Poucas palavras foram trocadas até que eu dei uma desculpa qualquer para ir ao banheiro. Lavo meu rosto e tento me convencer de que nada vai ser diferente, mesmo que eu esteja apaixonada secretamente pelo meu melhor amigo. Droga. Porque isso acontece? Porque o coração nos prega tantas peças? Minha tentativa de auto-convencimento não funciona. Volto e tento recuperar o tempo perdido.

Quando finalmente chego, depois de atropelar várias pessoas que mais pareciam baratas tontas, vejo você se levantar. "Tenho que ir." você disse. Como assim "tenho que ir"? Tive vontade de tomar seu rosto em minhas mãos e dizer tudo o que eu realmente sinto, na esperança de que você sinta o mesmo. Mas minha coragem de chinchila não me permite.

Vejo você se afastar, um aperto no peito quase faz com que eu me incline para a frente para diminuir a dor, mas aquelas frases decoradas que me trairam, agora resolveram dar o ar de sua graça e ficam presas em minha garganta e me impedem de gritar para que você volte. Sento sozinha novamente e digo para mim mesma, no silêncio de meus pensamentos, o que estava travado em minha garganta: eu amo você!

domingo, 4 de setembro de 2011

Livros de Agosto

Postado por Babi às 17:23
Reações: 
0 Comente aqui.
Olá pessoas,

Agosto acabou e eu estou aqui para contar mais uma novidade do Blog. Na verdade mais duas novidades. A primeira é que agora o Blog conta com a vizualização para celular, ou seja, se você tiver um celular que tem acesso à internet, você poderá acessar o Blog sem ter aquele problema da tela ficar grande demais para poder ser lida. Tudo do melhor para vocês.

Agora sim a melhor das novidades, pelo menos para você que, assim como eu, é amante dos livros. Todo começo de mês, eu vou estar dando a dica de 3 livros que eu li no mês anterior, portanto, aqui vai as dicas do mês de Agosto.

Dica 1: O Discurso do Rei - Mark Logue e Peter Conradi
Eu sou extremamente apaixonada pela Inglaterra e por todas as histórias que tem qualquer região da Inglaterra como plano de fundo. Então, nada mais justo do que colocar como primeira dica o livro "Discurso do Rei" de Mark Logue e Peter Conradi. Na verdade, eu reli esse livro agora em Agosto, mas isso não mudou minha critica sobre ele. O livro conta a história do Rei George VI e é todo escrito com base nos diários de Lionel Logue que foi o terapeuta de fala do Rei, já que esse era gago. Eu simplesmente amei esse livro e concerteza vou reler de novo. A linguagem é ultrafácil de entender além de ser um livro que te mantém preso na história. Eu indico, assistir ao filme com o mesmo nome, que tem no elenco grandes figuras como Colin Firth no papel do Rei George VI, Geoffrey Rush como Lionel Logue e Helena Bonham Carter como a Rainha Elizabeth, assim você ficará mais interessado ainda na leitura do livro. Indico 10000%

                        

Dica 2: O Preço da Imortalidade - Felipe Santos
Eu prefiro mil vezes leitura estrangeira a leitura nacional, por muitos motivos, mas quando eu vejo um livro tão bom quanto esse, eu me rendo. "O Preço da Imortalidade" é mais um livro que tem como plano de fundo a Inglaterra (falei que sou apaixonada por esse país), e conta a história de William que era um jovem normal, de 16 anos que vivia com sua família em um feudo, propriedade do baronete Truman, em 1213. Tudo acontecia normalmente, até que ocorreu uma revolta de camponeses que culminou com a morte de muitas pessoas, dentre elas sua família inteira. Até que William é encontrado por um vampiro chamado
Arctos e é transformado em vampiro, só que ele não é um vampiro qualquer, ele era muito mais forte do que os outros. Só que como lhe resta ainda um pouco de humanidade, William busca o responsável pela morte de sua família. Esse livro é muito legal mesmo, e agente tem que falar quando um livro de um autor brasileiro é bom, já que são poucos os que chamam a minha atenção. Além de tudo, é um livro com uma linguagem igualmente fácil e prende a atenção. Indico muito mesmo.
 
                                      
 
Dica 3: A Casa em Ruínas - Martha Grimes
Esse é um livro muito bom. Eu amei. O único detalhe é que "A Casa em Ruínas" é meio que uma continuação do livro "Hotel Paradise". A história é contada por Emma Graham uma garota de 12 anos que é a protagonista em ambos os livros. O livro é sobre como Emma está obcecada por desvendar um caso em que uma garota se afogou "acidentalmente" à 40 anos atrás. O livro é muito legal e prende a atenção. A única coisa é que eu indico que se você quiser ler, leia primeiro o "Hotel Paradise", assim vai ser mais fácil entender a história e poder saber quem é quem na história. Indico muito.
 
                                    
              
Então gente, é isso ai. Espero que tenham gostado dessa novidade. Das duas. Eu tentei detalhar o melhor possível sem contar muito das histórias, só para deixar um gostinho de quero mais.
 
Beijos,
 
Câmbio Desligo.

 

Esse é o MEU conto de fadas. Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez