domingo, 4 de dezembro de 2011

Postado por Babi às 21:38
Reações: 
0 Comente aqui.
Olá pessoas,


hoje eu ia escrever, juro que ia. Mas estava eu, como de praxe, vagando sem rumo pela internet, quando me deparei com esse texto da Tati Bernardi que dá de mil em qualquer palavras sem sentido que eu poderia vir a colocar aqui. Então, eu como boa moça que sou, resolvi poupá-los de ler qualquer coisa que saia dessa minha cabeça deveras incoerente e colocar algo que realmente faça sentido. 


Agora, deixo-os com um pouco palavras.

TRIZ - TATI BERNARDI

Eu quase consegui abraçar alguém semana passada. Por um milésimo de segundo eu fechei os olhos e senti meu peito esvaziado de você. Foi realmente quase. Acho que estou andando pra frente. Ontem ri tanto no jantar, tanto que quase fui feliz de novo. Ouvi uma história muito engraçada sobre uma diretora de criação maluca que fez os funcionários irem trabalhar de pijama. Mas aí lembrei, no meio da minha gargalhada, como eu queria contar essa história para você. E fiquei triste de novo. Hoje uma pessoa disse que está apaixonada por mim. Quem diria? Alguém gosta de mim. E o mais louco de tudo nem é isso. O mais louco de tudo é que eu também acho que gosto dele. Quase consigo me animar com essa história, mas me animar ou gostar de alguém me lembra você. E fico triste novamente. Eu achei que quando passasse o tempo, eu achei que quando eu finalmente te visse tão livre, tão forte e tão indiferente, eu achei que quando eu sentisse o fim, eu achei que passaria. Não passa nunca, mas quase passa todos os dias.


Chorar deixou de ser uma necessidade e virou apenas uma iminência. Sofrer deixou de ser algo maior do que eu e passou a ser um pontinho ali, no mesmo lugar, incomodando a cada segundo, me lembrando o tempo todo que aquele pontinho é um resto, um quase não pontinho. Você, que já foi tudo e mais um pouco, é agora um quase. Um quase que não me deixa ser inteira em nada, plena em nada, tranqüila em nada, feliz em nada. Todos os dias eu quase te ligo, eu quase consigo ser leve e te dizer: “Ei, não quer conhecer minha casa nova?” Eu quase consigo te tratar como nada. Mas aí quase desisto de tudo, quase ignoro tudo, quase consigo, sem nenhuma ansiedade, terminar o dia tendo a certeza de que é só mais um dia com um restinho de quase e que um restinho de quase, uma hora, se Deus quiser, vira nada. Mas não vira nada nunca. Eu quase consegui te amar exatamente como você era, quase. E é justamente por eu nunca ter sido inteira pra você que meu fim de amor também não consegue ser inteiro… 


Câmbio desligo.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Documentário - Oceanos

Postado por Babi às 00:38
Reações: 
0 Comente aqui.
Olá pessoas,


vocês devem estar se perguntando: "porque essa pessoa está fazendo um post à 00:37" não, não fiquei idiota de uma hora pra outra, eu sou assim desde que nasci. Mas então, vamos direto ao assunto.


Eu não quis esperar para super recomendar o documentário Oceanos dos diretores franceses Jacques Perrin e Jacques Cluzaud. Esse documentário é simplesmente emocionante. Desde as imagens até a trilha sonora me deixaram de boca aberta e os olhos cheios de lágrimas.


Esse documentário é o resultado de um trabalho de cerca de 4 anos visitando santuários marinhos, ao longo de mais de 70 expedições em várias partes do mundo, além de mostra os oceanos e a vida submarina.


Além disso, ainda conta com diversas imagens que me fizeram ter raiva do ser humano. E acho que esse não foi um sentimento meu em particular. 


Além disso, um recado ecológico também é dado em expressivas visões da poluição marinha, da caça e pesca no mar, servindo como um lembrete da necessidade de que a espécie humana controle seus piores instintos e contribua mais e melhor para preservar esta magnífica diversidade que está presente (por enquanto) aqui bem perto de nós, dentro da imensidão aquática da Terra.


Esse documentário realmente me abriu os olhos e espero que abra os olhos de muitas pessoas. O mundo em que vivemos é mais perfeito e maravilho do que qualquer um pode vir a imaginar, e cabe a nós mantê-lo vivo se quisermos que nossos filhos e netos possam ter o privilégio de ver cenas como essas das fotos não apenas em um documentário.




Espero que a grande maioria dos leitores se interesse por essa minha dica e busque assistir. Para atiçar ainda mais o vontade de vocês, vou colocar aqui, além das fotos, o trailer do documentário:





Câmbio desligo.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Amor sem sentido algum.

Postado por Babi às 09:56
Reações: 
0 Comente aqui.
Estava lendo textos que tratavam sobre amor e me peguei pensando: porque retratam o amor como sendo algo doloroso, algo incômodo, algo sem sentido?

O amor, na minha concepção, é algo bonito, que nos deixa mais felizes, que nos transforma em pessoas melhores, o amor faz com que viver tenha algum sentido, afinal. Não algo que não faz sentido sentir.

Será que o amor está sendo mal-interpretado? Será que as pessoas estão tornando o ato de amar algo tão coloquial que acabou perdendo todo seu sentido original? Será que o amor não significa mais nada?A palavra amor se tornou tão presente no cotidiano das pessoas, que muitas delas nem ao menos sentiu amor de verdade, mas acredita que qualquer paixonite que se cria dentro delas a cada novo galã da novela das nove, acaba sendo interpretada como sendo amor. E não é.

Ou talvez eu esteja errada. Talvez o amor nem ao menos exista. Talvez essas fãs alucinadas que declaram todo seu amor por seu ídolo na esperança de que ele retribua estejam certas. Talvez o amor não precise ser recíproco. 

Talvez, aquele sentimento quando meus olhos encontraram os seus, e aquela chama que pensei não existir mais dentro de mim, se acende novamente despertando as borboletas que dispararam em revoada para minha garganta formando um grande nó que faz com que minhas palavras não saiam da maneira que eu gostaria, seja apenas uma sensação momentânea que faz com que eu pense em você pelo resto da semana. Talvez isso não signifique nada. 

E agora eu, que me perguntava o porque do retrato do amor como sendo algo doloroso, transmito através das minhas palavras a dor que o meu tipo de amor me causa.

Outro texto cheio de "talvezes" e nenhum com certeza. Isso se deve ao fato de que ninguém é perfeito o bastante para de certeza de algo, especialmente quando se trata de sentimentos.

Esse post não faz sentido, não é para fazer sentido, não fiz com esse propósito. Fiz com a intenção de escrever o que a tempos eu tentava apagar.


"It's hard to force that smile when i see our old friends and i'm aloneStill harder gettin up, gettin dressed, livin with this regret.
But i know if i could do it overI would trade, give away all the words that i saved in my heart that I left unspoken."

(What Hurts The Most - Rascal Flatts)


Câmbio Desligo.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Gota d'água

Postado por Babi às 12:27
Reações: 
0 Comente aqui.
Olá pessoas,


tirei um tempinho que estava sobrando para fazer algo por mim, por você, pelo Brasil. Para quem tem twitter e facebook, o que eu vou anunciar não é novidade levando em conta que essa corrente ficou durante quase 24 HORAS nos TT's de ontem. Mas divulgação nunca é demais quando se trata de algo tão importante.


Todos que acompanham o Blog sabem que eu sempre estou tirando tempinhos durante a semana para divulgar campanhas que são realmente importantes. Essa campanha chama-se GOTA D' ÁGUA e ao assistir ao vídeo abaixo não vou precisar falar mais nada. Tire 5 minutinhos do seu tempo e preste muita atenção:



É a Gota D' Água +10 from Movimento Gota d' Agua on Vimeo.



Aposto que muitos de vocês não sabia nem metade do que foi falado ai, até porque, eu também não sabia. Mas isso se deve ao fato de que muita coisa está sendo feita por debaixo dos panos enquanto a sociedade nem ao menos sabe o que está se passando. Mas sabe como é o negócio né: dinheiro rolando solto no bolso de uns, enquanto muitos são prejudicados. Esse é o nosso Brasil, mas isso pode ser mudado. Enquanto há tempo.


Bom, o negocio é o seguinte, muitas pessoas dizem que campanhas feitas pela internet não funcionam, que o negócio é sair quebrando tudo na rua e botando a cara a tapa, porém, eu penso ao contrário, eu penso que muitas pessoas estão conectadas ao Facebook e ao Twitter nesse exato momento e é por isso que a campanha já tomou a proporção que tomou, e está tomando.


Se você é daquelas fãs de seja lá o que for, que passa o dia inteiro fazendo tags para seu ídolo saber que você existe, criando tópicos idiotas que chegam rapidinho aos TT's, pegue 1 minuto desse tempo que você tem divulgue #GOTADAGUA e ajude esse projeto.


O mesmo serve para você, que assim como eu, passa um tempão colocando coisa idiota no facebook: Divulgue o vídeo e/ou o site do projeto.


Ainda há tempo de não se arrepender de não ter feito nada. Você pode sim mudar a situação. Vamos pensar no Brasil já que quem está em seus escritórios em Brasília com bolso cheio da grana não faz isso por nós.


"Embriagada no egoísmo que lhe embaça a visão
A humanidade enxerga a vida como competição
O concreto toma conta do que era verde
Desequilíbrio, miséria, fome e sede
Essa lógica corrói os seres humanos
Fode o planeta e seus recursos naturais
Ignora o fato da existência de outros planos
E nos afasta de avanços espirituais..."
Forfun


Câmbio Desligo.

domingo, 13 de novembro de 2011

Livro do mês.

Postado por Babi às 21:33
Reações: 
0 Comente aqui.
Olá pessoas,


bem, não pretendo pedir desculpas pela minha ausência, até porque não tenho desculpa melhor, além de jogar a culpa da falta de tempo para qualquer coisa, em cima da faculdade.


Pulando essa pequena introdução  desnecessária, vamos ao que interessa: livro do mês. Sim, vocês leram certo, só um livro por dica. Sim, se eu não tenho tempo nem de escrever um post por semana, quem diria ler três livros por mês!? Nas férias eu pretendo voltar às praticas antigas, mas enquanto Dezembro não chega, vou me contentando com um livro por mês.


Todos sabem que eu sou meio, digamos, infantil na escolha de alguns dos títulos que eu escolho para ler. Mas esse fato tem uma explicação: eu vivo rodeada de dissertações, artigos, periódicos, entre outros materiais que são escritos com uma linguagem completamente chata e de difícil leitura com uma letra minúscula e sem espaçamento algum entre as linhas. Por esse motivo, procuro ler livros que me levem para bem longe da minha realidade, e devo admitir que encontro nos livros juvenis esse "ambiente" que eu busco nas horas vagas.


Mas isso não significa que eu só leio esses livros do tipo "oi, sou uma adolescente sem graça que encontra um menino lindo que por algum motivo gosta de mim..." entre minhas novas aquisição que provavelmente será minha próxima dica, está uma coletânea da Jane Austen, mas enfim, a dica de hoje é muito legal mesmo.



Anna e o Beijo Francês - Stephanie Perkins



Anna e o Beijo Francês é um romance bem engraçadinho que traz a história da Anna Oliphant, uma adolescente que é mandada pelo pai para a França para estudar num colégio interno americano. Lá, ela conhece um garoto chamado Étienne St. Clair e os dois ficam super amigos,o que dificulta tudo. Claro que essa não é uma literatura que merece um o Prêmio Pulitzer ou mesmo o Prêmio Hans Christian Andersen de literatura, porém, é uma história muito legal para se matar o tempo e dar uma suspiradas se imaginando no lugar da Anna.

Não, esse não é um livro tipo Crepúsculo ou sei lá mais o que, é uma história muito mais plausível acontecer com pessoas normais e não tão sem graça como a Isabela Swan. 

Eu super indico para todas as adolescente, jovens adultas ou até mesmo as adultas de plantão, que estão em busca de uma literatura para matar o tempo. 

Olha, vou ficando por aqui, mas antes quero deixar bem claro que minha vontade de escrever permanece muito grande, mas os meus trabalhos ocupam todo o tempo que antes era livre. Sempre que eu puder, vou estar aqui de volta para fazer novos posts para vocês.

Câmbio Desligo.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Mais que um amigo.

Postado por Babi às 16:16
Reações: 
0 Comente aqui.
Oi gente,


me desculpem por não ter postado nada nesse último final de semana, mas é que eu estava tão cheia de coisas para fazer que mal pude lembrar de pentear o cabelo. Sério.


Bom, daqui a 6 minutos estou saindo para a faculdade, mas como estou com um tempinho extra, vim pedir desculpas e publicar um poema lindo que eu achei enquanto vagava sem rumo pela internet.

Mais que um amigo:


Quanto tempo...
Quantos anos se passaram...
Você estava lá...e eu nem sabia...
Guardado em meu peito, no fundo do meu coração,
Você inteiro...reinava,
A sua imagem, o seu jeito especial de ser,
Quem você era, o que representava, eu não sabia...
Mas quando ouvi de novo o seu nome,
quando falaram de você, quando pude revê-lo,
Depois de tantos anos...então descobri
A sua presença no meu coração,
tão forte e tão marcante
este amigo morou lá por tanto tempo...e eu nem sabia.
Agora posso ver em mim, como posso ver em você
que tão forte assim...só mesmo ser 
mais que um amigo,
muito mais que meu amigo...!

Não é lindo? Confesso que eu chorei quando li e vi o quão esse poema se assemelha à minha 
atual situação. Mas enfim... meu post vai sair com algumas palavras a mais ou a menos, 
mas isso eu arrumo mais tarde.

Esse blogger está me trollando, então, possivelmente, 
Meus minutinhos de folga se esgotaram, de volta à vida.

Câmbio desligo.

domingo, 9 de outubro de 2011

Livros do mês

Postado por Babi às 13:56
Reações: 
0 Comente aqui.
Olá pessoas,


hoje sim vou postar os livros que eu li (ou pelo menos, que eu tentei ler) mês passado. Ai vai:


Dica 1: O Hobbit - J. R. R. Tolkien (Não terminei de ler ainda)


Tolkien é Tolkien, e só por este fato, eu já não precisaria nem escrever mais nada, mas esse é um livro que, sem dúvida é um dos melhores dele. Esse é o livro que você precisa ler pra entender melhor ainda a Trilogia Senhor dos Anéis. O Hobbit relata a história de um hobbit, Bilbo Bolseiro, que é "convidado" pelo mago Gandalf, a entrar numa aventura como ladrão, com mais 13 anões. Esta aventura tem como objetivo recuperar o tesouro dos anões, há muito tempo roubado por um dragão chamado Smaug. Os tesouros haviam sido saqueados por Smaug no tempo de Thror, o avô de Thorin. Eu não terminei de ler ainda, então não me sinto apta a contar muita coisa sobre ele, mas só por esse pequeno textinho, vai dizer que não te deu aquele friozinho na barriga que dá quando você quer ler muito uma coisa. Tá, acho que isso só acontece comigo.



Dica 2: Histórias de Fadas - Oscar Wilde

Esse livro é muito pequenininho, pouquíssimas páginas, mas são contos lindíssimos. Todos eles têm um final muito legal, mas nem sempre é um final feliz. Com toda certeza, esse é um livro que bolso que é indispensável.São quatro pequenos contos muito bonitinhos e com lições em todos eles. Só posso falar isso sobre ele, até porque, os contos são tão pequenos, que se eu tentar resumir, vou acabar contando o conto todo, então, paro por aqui.

                                             

Então gente, mês passado eu não consegui nem ler, nem começar a ler nenhum livro além desses dois, mas só pelo fato de ter colocado Tolkien aqui, já valeu a pena.

Câmbio Desligo.



sábado, 1 de outubro de 2011

Mudança de planos

Postado por Babi às 15:00
Reações: 
0 Comente aqui.
Olá pessoas,


bom, como você já perceberam pelo título, hoje eu vou fazer uma pequena mudança nos planos do Blog. Mas isso aconteceu por um bom motivo, e vocês vão concordar.


Hoje eu faria um post sobre os livros que eu li mês passado, porém, esse post vai ficar para o próximo fim de semana, pois o post de hoje eu vou usar para divulgar uma campanha bem bacana que eu encontrei enquanto fuçava pela Internet.


Se trata de uma campanha contra os rodeios, e para ter acesso ao site da campanha, basta clicar na imagem abaixo:






Então galera, cliquem ai e divulguem essa idéia que é muito bacana. Outro projeto muito legal, é o Projeto GAP (Projeto de Proteção dos Grandes Animais) que é um movimento internacional e já existe em cinco continentes. Seu objetivo é garantir os direitos aos Grandes Primatas (Chimpanzés, Gorilas e Orangotangos) que não podem ser considerados animais de estimação, pois possuem características próprias, muito parecidas com os humanos.

Lembrem-se que sempre que eu puder, vou estar usando meu blog aqui para divulgar campanhas em prol dos animais, então se você também é amante dos animais assim como eu, vai clicar ai e ajudar.

Câmbio desligo.
Beijos.

sábado, 24 de setembro de 2011

Refletindo

Postado por Babi às 22:06
Reações: 
0 Comente aqui.
Todos os dias, quase sempre sem vontade alguma de sair de casa, vou até o terminal de onibus para poder  ir até a faculdade. Isso pode parecer ruim, e talvez seja, porém, é um motivo a mais para eu poder observar as pessoas e refletir sobre tudo. Isso pode parecer meio doentio, mas não é, e eu posso explicar.

Eu geralmente me sento sozinha no banco do terminal, enquanto aguardo meu ônibus com os fones de ouvido colocados e o volume alto o bastante para que eu possa ouvir todas as minhas músicas, que vão de Ana Carolina a Slipknot em apenas um "click".

Quando já coloquei aquela mesma música de sempre, vejo aquelas mesmas pessoas, tropeçando nos próprios pés, na tentativa de alcançar aquele onibus que já lotado acaba de dar a partida, e já sem fôlego entram e respiram aliviados naquele pequeno ambiente de ar escasso, e então penso: qual é o motivo disso tudo?

Porque precisamos estudar tanto para entrar numa boa faculdade? Porque nos sentimos na obrigação de emendar o ensino médio na faculdade, mesmo sabendo que pouquíssimas pessoas realmente acertam a escolha na primeira tentativa? Porque nos preocupamos tanto em estar nos padrões de corpo e moda que nos são empurrados garganta a baixo pelas pessoas e pelas mídias que nos rodeiam? Porque todas aquelas pessoas que eu observo no terminal, todos os dias, saem de casa enquanto seus filhos ainda dormem e só retornam ao lar quando estes já estão dormindo?

Tudo isso é necessário, claro. Mas ao mesmo tempo isso é entristecedor, porque nós nunca seremos bons o bastante.

sábado, 17 de setembro de 2011

Não deixe o amor passar...

Postado por Babi às 14:08
Reações: 
0 Comente aqui.
Olá pessoas,

acho que nesse final de semana, não vou ter nada de útil para postar aqui. Portanto, hoje vou postar um poema do Carlos Drummond de Andrade que se chama "Não deixe o amor passar". Espero que vocês gostem dele tanto quanto eu.

"NÃO DEIXE O AMOR PASSAR


Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento,houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: O Amor.
Por isso, preste atenção nos sinais - não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR."


É lindo né?

Câmbio desligo.
Beijos.





sábado, 10 de setembro de 2011

Amor Pueril

Postado por Babi às 06:43
Reações: 
0 Comente aqui.
Cá estou eu, sentada em meio a multidão, esperando por você. Olho para os lados na tentativa de ver você chegar, mas a única coisa que vejo são as mesmas pessoas de sempre com sua pressa rotineira. Fico ali, sentada, imaginando como será quando você aparecer, seu abraço, seu beijo.
Me sinto frustrada, abaixo a cabeça para voltar a ler aquele texto horrível escrito em páginas amareladas pelo tempo. Já se passaram horas, penso. Olho no relógio. 3 minutos.

Minha infelicidade aumenta a medida que esses 3 minutos vão se multiplicando. Já estava me apegando a ideia de que você não iria aparecer quando vejo, em meio aqueles rostos, o teu. Um sorriso involuntário teima em aparecer em minha face. Isso é ridículo, estou parecendo uma criança em noite de natal. Mas é impossível não sorrir.

Me levanto esperando que você me pegue em seus braços e me dê aquele tão sonhado beijo. Me contento com um "bochecha com bochecha". Agora que você está aqui, sentado tão perto de mim, aquelas falas que tanto tentei decorar não apareceram.
Quando isso ficou tão estranho? Antes, quando éramos apenas bons e velhos amigos, eu poderia ficar horas conversando e dividindo uma coca-cola com você. Mas agora não. Maldito amor. Porque fui me apaixonar pelo meu melhor amigo?

Começo a olhar para os lados novamente, vejo vários casais conversando de mãos dadas e rostos colados. Mas vejo vários grupos de amigos também. Lembro de quando éramos assim, de quando essa paixão devastadora ainda não se mostrava presente, pelo menos, não tão presente assim, mesmo que eu sempre soubesse que você sempre foi mais que um amigo pra mim, quando nós saíamos para beber e conversar. Pensava em você como um irmão, não como um candidato à namorado. Lembro que você está ali, sentado ao meu lado já entediado pelo silêncio.

Olho para baixo na esperança de encontrar as palavras certas entre meus dedos da mão, ou no chão. Tentativa frustrada. Poucas palavras foram trocadas até que eu dei uma desculpa qualquer para ir ao banheiro. Lavo meu rosto e tento me convencer de que nada vai ser diferente, mesmo que eu esteja apaixonada secretamente pelo meu melhor amigo. Droga. Porque isso acontece? Porque o coração nos prega tantas peças? Minha tentativa de auto-convencimento não funciona. Volto e tento recuperar o tempo perdido.

Quando finalmente chego, depois de atropelar várias pessoas que mais pareciam baratas tontas, vejo você se levantar. "Tenho que ir." você disse. Como assim "tenho que ir"? Tive vontade de tomar seu rosto em minhas mãos e dizer tudo o que eu realmente sinto, na esperança de que você sinta o mesmo. Mas minha coragem de chinchila não me permite.

Vejo você se afastar, um aperto no peito quase faz com que eu me incline para a frente para diminuir a dor, mas aquelas frases decoradas que me trairam, agora resolveram dar o ar de sua graça e ficam presas em minha garganta e me impedem de gritar para que você volte. Sento sozinha novamente e digo para mim mesma, no silêncio de meus pensamentos, o que estava travado em minha garganta: eu amo você!

domingo, 4 de setembro de 2011

Livros de Agosto

Postado por Babi às 17:23
Reações: 
0 Comente aqui.
Olá pessoas,

Agosto acabou e eu estou aqui para contar mais uma novidade do Blog. Na verdade mais duas novidades. A primeira é que agora o Blog conta com a vizualização para celular, ou seja, se você tiver um celular que tem acesso à internet, você poderá acessar o Blog sem ter aquele problema da tela ficar grande demais para poder ser lida. Tudo do melhor para vocês.

Agora sim a melhor das novidades, pelo menos para você que, assim como eu, é amante dos livros. Todo começo de mês, eu vou estar dando a dica de 3 livros que eu li no mês anterior, portanto, aqui vai as dicas do mês de Agosto.

Dica 1: O Discurso do Rei - Mark Logue e Peter Conradi
Eu sou extremamente apaixonada pela Inglaterra e por todas as histórias que tem qualquer região da Inglaterra como plano de fundo. Então, nada mais justo do que colocar como primeira dica o livro "Discurso do Rei" de Mark Logue e Peter Conradi. Na verdade, eu reli esse livro agora em Agosto, mas isso não mudou minha critica sobre ele. O livro conta a história do Rei George VI e é todo escrito com base nos diários de Lionel Logue que foi o terapeuta de fala do Rei, já que esse era gago. Eu simplesmente amei esse livro e concerteza vou reler de novo. A linguagem é ultrafácil de entender além de ser um livro que te mantém preso na história. Eu indico, assistir ao filme com o mesmo nome, que tem no elenco grandes figuras como Colin Firth no papel do Rei George VI, Geoffrey Rush como Lionel Logue e Helena Bonham Carter como a Rainha Elizabeth, assim você ficará mais interessado ainda na leitura do livro. Indico 10000%

                        

Dica 2: O Preço da Imortalidade - Felipe Santos
Eu prefiro mil vezes leitura estrangeira a leitura nacional, por muitos motivos, mas quando eu vejo um livro tão bom quanto esse, eu me rendo. "O Preço da Imortalidade" é mais um livro que tem como plano de fundo a Inglaterra (falei que sou apaixonada por esse país), e conta a história de William que era um jovem normal, de 16 anos que vivia com sua família em um feudo, propriedade do baronete Truman, em 1213. Tudo acontecia normalmente, até que ocorreu uma revolta de camponeses que culminou com a morte de muitas pessoas, dentre elas sua família inteira. Até que William é encontrado por um vampiro chamado
Arctos e é transformado em vampiro, só que ele não é um vampiro qualquer, ele era muito mais forte do que os outros. Só que como lhe resta ainda um pouco de humanidade, William busca o responsável pela morte de sua família. Esse livro é muito legal mesmo, e agente tem que falar quando um livro de um autor brasileiro é bom, já que são poucos os que chamam a minha atenção. Além de tudo, é um livro com uma linguagem igualmente fácil e prende a atenção. Indico muito mesmo.
 
                                      
 
Dica 3: A Casa em Ruínas - Martha Grimes
Esse é um livro muito bom. Eu amei. O único detalhe é que "A Casa em Ruínas" é meio que uma continuação do livro "Hotel Paradise". A história é contada por Emma Graham uma garota de 12 anos que é a protagonista em ambos os livros. O livro é sobre como Emma está obcecada por desvendar um caso em que uma garota se afogou "acidentalmente" à 40 anos atrás. O livro é muito legal e prende a atenção. A única coisa é que eu indico que se você quiser ler, leia primeiro o "Hotel Paradise", assim vai ser mais fácil entender a história e poder saber quem é quem na história. Indico muito.
 
                                    
              
Então gente, é isso ai. Espero que tenham gostado dessa novidade. Das duas. Eu tentei detalhar o melhor possível sem contar muito das histórias, só para deixar um gostinho de quero mais.
 
Beijos,
 
Câmbio Desligo.

domingo, 28 de agosto de 2011

Postado por Babi às 19:15
Reações: 
0 Comente aqui.
Olá pessoas,

então gente, hoje eu esgotei minha cota de inspiração fazendo minha resenha para a aula de Ética Profissional. Mas como eu não quero deixar de cumprir minha promessa, resolvi postar aqui meu conto de horror favorito escrito por W. W. Jacob e publicado por ele em 1902.

Mas como o texto é muito extenso, basta clicar aqui e lê-lo na íntegra.

Espero que gostem tanto quanto eu gosto.

Semana que vem eu volto para dar dicas de livros do mês de Agosto com suas respectivas críticas feitas por mim. Prometo que será algo muito mais digno.

Beijos,

Câmbio Desligo

sábado, 20 de agosto de 2011

Dia de moda

Postado por Babi às 17:14
Reações: 
0 Comente aqui.
Olá pessoas,


como novidade dessa nova repaginada no blog, está o "DIA DE MODA". Com esse post mensal, espero poder ajudar minhas leitoras pelo menos um pouquinho a se sentir melhor ao se vestir.
E como primeiro post, resolvi colocar dicas para as "menos favorecidas" no ramo da moda, as gordinhas. Digo "menos favorecidas", porque existe sim uma dificuldade maior em encontrar cortes, estampas e modelos que disfarçam aquelas gordurinhas que teimam em marcar em tudo quanto é roupa.

Mas isso não é um bicho que sete cabeças e muito menos um motivo para se colocar aquelas camisetas gigantecas e horrendas que aumentam ainda mais a silhueta, ou ainda, aquelas businhas justinhas e aquelas calças de cintura baixa fazendo com que as gordurinhas gritem "socorro" e tentem sair desesperadamente de dentro da roupa.


Moda praia:
Quem vai ou já foi à um clube ou praia, vai concordar comigo: são os lugares onde mais se comete o famoso "suicídio da moda". E porque isso acontece? Porque as minhas queridas amigas gordinhas insistem em usar biquinis pequenos que marcam e apertam o quadril e ainda usam aquelas partes de cima sem sustentação nenhuma.
Caso você seja o tipo de gordinha que gosta de usar biquini, invista em cinturas altas que seguram e disfarçam aquela gordurinha lateral e em partes de cima que valorizam e sustentam os seios. Mas não pense também, que qualquer tipo de maiô fica elegante da hora de se refrescar. O corte, o decote em V, a cintura marcada e as alças largas ajudam a redesenhar a silhueta, deixando o corpo muito mais bonito, além de disfarçar as gordurinhas.






Saias, calças e vestidos:
Não é porque você está um pouco acima do peso, que você não pode se vestir bem. Caso você tenha uma festa chique para ir, como por exemplo um casamento, invista em vestidos de tecidos leves que não marquem as gordurinhas. O corte e a cintura levemente marcada, também ajudam a disfarçar. E talvez o fato mais importante: NÃO EXAGERE NO DECOTE, além de ficar feio, vai dar a impressão de que seus seios querem fugir de dentro do vestido.





Caso você queira se vestir para ir por exemplo, ao trabalho ou ao shopping, e quiser usar uma saia ou um vestido, passe longe dos tecidos que marcam. A dica dos tecidos leves e o decote moderado (no caso do vestido) vale nesse caso também. Já no caso da saia, passe longe das cinturas baixas. Além de ficar com uma aparência horrenda, o uso contínuo desse tipo de cintura, acaba deformando o corpo.

Eu não aconselho o uso de saias jeans, acho que fica muito mais bonito uma saia mais leve, as de cintura alta também ajudam na hora de disfarçar. Já no caso de uso de estampas, caso seu quadril for muito grande, passe longe das saias e vestidos com estampas muito miúdas, prefira as estampas maiores, de preferência com fundo preto. O uso de estampas animais, quando usada apenas em alguns detalhes não aumentam a silhueta. Já o caso das listras, prefira as em diagonal.





outra coisa que eu acho BÁSICO no guarda roupa de qualquer mulher, é pelo menos uma calça jeans. No caso das gordinhas, fuja das calças justas de cintura baixa. Prefira algo mais reto e soltinho, principalmente nas coxas que parecem duplicar quando se coloca algo muito justo, a cintura também deve ser um pouco mais alta.



Lembram que eu falei, que o uso continuo de calças e saias de cintura baixa, acaba deformando o corpo? Então, achei um esqueminha que mostra exatamente o que acontece.




Então é isso galerinha, espero que minhas dicas tenham iluminado a cabecinha de vocês. Viram como é fácil se vestir bem mesmo estando fora dos padrões?

Beijos,
Câmbio desligo.

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Passagem rápida

Postado por Babi às 12:48
Reações: 
0 Comente aqui.
Olá pessoas,


eu sei que eu prometi um post semanal, publicados aos sábados ou domingos. Mas esse aqui, como diz o título, é só uma passagem rápida.


Eu estava dando uma olhadinha nos sites de notícias, quando me deparei com um pragrama, criado pelo site da Pedigree da Nova Zelândia, onde você coloca uma foto sua e o programa encontra o cachorrinho que é a sua cara.


O site é em inglês, mas a linguagem do programa é extremamente simples. Para entrar no site, basta clicar aqui e se divirta.


Espero que tenham gostado.


Beijos e até o próximo FDS.


Câmbio desligo.

sábado, 13 de agosto de 2011

Postado por Babi às 23:14
Reações: 
0 Comente aqui.
Olá pessoas,

como eu havia prometido, cá estou para mais um post. Só que dessa vez vou contar de verdade umas novidades e depois começarei o verdadeiro post.

Bom, a principal novidade é que finalmente começaram as aulas na facul. Sim, agora estou até o pescoço de textos, livros e trabalhos. Então é o seguinte, todo sábado ou domingo, dependendo do número de trabalhos/leituras, eu estarei aqui para adiantar assuntos e colocar em prática minha promessa de manter o blog atualizado. Resumindo, o blog será atualizado uma vez por semana.

Agora sim posso começar meu post real.

Eu estava viajando pela web, quando me deparei com uma lista do PEA (Projeto Esperança Animal) e outra de um site chamado Caring Consumer, esse último em inglês, onde é trazido nomes de empresas de cosméticos cujo produtos não são testados em animais.

Como sou uma amante convicta dos animais, achei mais do que justo divulgar essas listas, para que cada vez mais, a prática de testes em animais seja extinta.

Então aqui vão os links:
PEA
Caring Consumer


Bom, caso você seja uma dessas pessoas que estão pensando "com tanta criança passando fome, você faz propaganda de proteção aos animais..." ou coisas do tipo, assista a um video clicando aqui e veja com seus próprios olhos o motivo dessa minha pequena campanha.

Bom, acho que esse post já está de bom grado, então vou ficando por aqui mesmo.

Até o próximo final de semana.

Beijos.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Voltando...

Postado por Babi às 15:14
Reações: 
0 Comente aqui.
Estava sentindo uma ansiedade estranha nessa última semana, e só hoje pude perceber que estou com saudades. Sim, ansiedade causada pela saudade. Saudade de escrever aqui, de contar um ou outro caso que valha a pena ou nem valha. 

Muitas coisas boas me aconteceram nesses últimos meses e estou louca para escrever sobre. Mas me falta tempo. Sim, a velha desculpa da falta de algumas/várias horas a mais no meu dia.

Estou preparando um post  bem legal contando as principais novidades e algumas coisinhas que estou preparando para colocar no blog. A única coisa que eu posso adiantar é que teremos coisas novas todas as semanas, eu juro. Coisas relacionadas a assuntos não antes tratados aqui no Blog. Mas enfim, calo-me por aqui mesmo.

Muito obrigada aos leitores fiéis que eu sei que não me abandonaram quando eu os abandonei.

Beijinhos especiais a todos.

P.S. Lembrando que a caixa de mensagens do meu formspring permanece no cantinho da tela para qualquer eventual pergunta.


terça-feira, 17 de maio de 2011

A paixão é mesmo isto,

Postado por Babi às 19:37
Reações: 
0 Comente aqui.
nunca sabemos quando acaba ou se transforma em amor, e eu sabia que a tua paixão não iria resistir à erosão do tempo, ao frio dos dias, ao vazio da cama, ao silêncio da distância. Há um tempo para acreditar, um tempo para viver e um tempo para desistir...

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Mais um dia.

Postado por Babi às 17:09
Reações: 
0 Comente aqui.
Sabe quando bate aquele desânimo? Quando você não tem vontade de fazer nada, nem aquilo que antes te dava prazer (não é o que vocês estão pensando, estou falando de ler/escrever... pessoinhas, pessoinhas, aiaiai). Então, estou assim ultimamente. Devem ser os hormônios ou sei lá, deve existir outra desculpa idiota para minhas mudanças de humor constantes e minha preguiça crônica, ou talvez, seja apenas o meu gênio, o meu jeito deve ser assim.

Não, acho que não. Até pouco tempo eu acordava animada sabendo que ia encontrar meus amigos e os professores mais fofos do mundo. Mas hoje em dia? Hoje em dia acordo desanimada, pensando no onibus lotado, nas várias pessoas que entram e saem batendo com suas bolsas em minha cabeça como se eu nem estivesse lá. Pensando bem, talvez eu nem esteja mesmo. Talvez eu esteja apenas com meu corpo presente, com o pensamento em outro lugar, talvez na cama ainda. Fico com raiva cada vez que o ônibus para, e entram mais pessoas onde já não existe oxigênio para aqueles que já estavam ali. Engulo as palavras. Deve ser isso que ajuda o ataque da minha gastrite.

Posso parecer mal humorada, mas não me faz nem um pouco bem chegar num lugar onde as pessoas me olham estranho, como se eu não fizesse parte desse país, ou talvez, nem fizesse parte desse planeta. Talvez eu não faça mesmo.


Nossa, outro texto cheio de "talvez", eu deveria pensar menos em possibilidades e agir mais. Uma hora eu aprendo.

sábado, 23 de abril de 2011

Mais uma campanha...

Postado por Babi às 16:38
Reações: 
0 Comente aqui.
Bom gente, esse post é mais um sobre campanhas em prol dos animais. Como todos sabem, eu sou apaixonada por animais de qualquer espécie e sou incapaz de matar até barata, então, como uma amante dos animais me sinto na obrigação de ajudar a promover essa campanha do SOSFAUNA

Para quem não sabe, a S.O.S Fauna é uma ONG que tira animais silvestres das mãos de traficantes de animais, e os liberta das casas e gaiolas em que são mantidos.



Eles usaram de uma idéia genial, para fazer com que pessoas sintam na pele o que é ser mantido "engaiolado" por pelo menos alguns minutos. E se fosse por mim, os responsáveis por tais torturas aos animais silvestres seriam mantidos em gaiolas com outras pessoas igualmente maldosas e sem coração pelo resto de suas vidas.



Para quem não sabe, os traficantes de animais, para poder transportar, por exemplo, pássaros, furam os olhos dos pobres animais para que esses não cantem e não denunciem a ação criminosa.

Nosso país é carente de leis que protejam os animais, o que possibilita tais ações. Faço minha parte para conscientizar o máximo de pessoas possível, e peço a todos que lêem meu blog, entrarem nessa luta também, para assim criarmos uma corrente muito maior. Não faça por mim, faça pelos animais.

AJUDE, comente com #SOSFAUNAELEVADOR


quinta-feira, 21 de abril de 2011

Você

Postado por Babi às 17:22
Reações: 
0 Comente aqui.
Como eu poderia amar outra pessoa, se o único que me faz feliz é você? O único que me faz rir de uma maneira diferente, me faz sentir aquele friozinho na barriga todas as vezes que sorri, me fez ter as mais belas tardes mesmo quando o céu não está tão azul e o sol brilha tímido por trás das nuvens. É você.

Você é aquele que mesmo não sendo o modelo da campanha primavera/verão ainda é perfeito, perfeito pra mim. "A tarefa mais difícil é aprender a esquecer a quem aprendemos a amar." Aprendi a te amar, amar seus defeitos, amar seu cheiro, seu sorriso, seu cabelo, tudo. Como eu poderia esquecer disso? Como esquecer o que você me faz sentir? É bom demais sentir saudade de você, esperar ansiosamente a sua chegada.

Tenho que dizer que nunca me senti assim, nunca acreditei que amizade pudesse virar amor, nunca imaginei que pudesse me apaixonar por você.
Mas a vida nos mostra coisas que às vezes demoramos a entender, demoramos a decifrar. Te amo, simples assim. Ou não tão simples.

"It's undeniable that we should be together
It's unbelievable how I used to say that I'd fall never
The basis you need to know, if you don't know just how I feel
Then let me show you now that I'm for real
If all things in time, time will reveal
Yeah
One... you're like a dream come true
Two... just wanna be with you
Three... girl it's plain to see that you're the only one for me and
Four... repeat steps one through three
Five... make you fall in love with me
If ever I believe my work is done then I start back at one."

sábado, 16 de abril de 2011

Se eu tivesse...

Postado por Babi às 23:03
Reações: 
0 Comente aqui.
apenas uma hora de amor, se fosse a única coisa que eu teria, uma hora de amor nesta terra, meu amor então, eu te daria.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

"Sozinho, meu pensamento focaliza em alguém...

Postado por Babi às 20:05
Reações: 
0 Comente aqui.
Deixo-o livre, e de repente meu coração aperta. Mas não estou triste, pelo contrário, deixo escapar um sorriso. Comer não me parece tão importante, agora me sinto alimentado por outra coisa. Acordo sempre com os mesmos pensamentos, e os mesmos me impulsionam a ter um grande dia. Quando te vejo sinto coisas estranhas, mas boas. Quando falo com você minha cabeça pensa direito, mas minhas palavras saem embaralhadas, e minhas mãos ficam suando. Meu pensamento focaliza alguém, esse alguém é você. É, estou amando."

Bob Marley

quinta-feira, 31 de março de 2011

.

Postado por Babi às 19:05
Reações: 
0 Comente aqui.
"A vida é um quebra cabeça" - costuma dizer minha avó, e aos poucos vou montando o meu quebra cabeça. Às vezes as peças não se encaixam, aliás, muitas vezes elas não fazem o menor sentido.

Sinto que as vezes a minha vida tem um número de peças complicadas muito maior do que de costume. Prefiro pensar que essas peças são as famosas "fases", pois é, desse jeito minhas vida parece menos deprimente. Não que eu seja daquelas pessoas que se trancam no quarto e se cortam com uma gilete, sou medrosa demais para isso, ou racional demais, quem vai saber?

Sou do tipo que prefere enfrentar as coisas com um sorriso no rosto, com a cabeça erguida e fingindo que nada aconteceu. Mas às vezes isso cansa e os olhos derramam toda a decepção e toda a tristeza que eu tento esconder. "Pelo menos ninguém está vendo" penso eu enquanto desconto no travesseiro todas as minhas frustrações.

Eu disse que viria mais vezes aqui para escrever, me desabafar. Não tenho respeitado essa promessa como gostaria e peço desculpas. Mas prefiro poupar vocês de textos sem sentido e publicar aqui somente coisas menos ruins.

"Today is gonna be the day
That they're gonna throw it back to you
By now you should've somehow
Realized what you gotta do
I don't believe that anybody
Feels the way I do
About you now"

quinta-feira, 24 de março de 2011

FAÇA A SUA PARTE

Postado por Babi às 22:13
Reações: 
0 Comente aqui.


A três anos eu apago as luzes, e pode acreditar, isso não dói. Faça você também a sua parte e dê exemplo para outras bilhões de pessoas.


No dia 26 de março de 2011 das 20:30 às 21:30, perca um episódio da novela, junte a família, faça um fantar a luz de velas e deixe o mundo apagado por 60 minutos. Você pode sim fazer a diferença, basta querer, e é aí que fica a parte difícil.

domingo, 20 de março de 2011

Sem palavras.

Postado por Babi às 14:24
Reações: 
0 Comente aqui.
Em meio a tanta destruição e tanta tristeza que tem tomado conta do povo japonês após os desastres que vem acontecendo, tantas imagens tristes que mais parecem cenas do filme "2012", me pego chorando ao ver essa linda imagem:


Esse urso panda, sobrevivente da tsunami, ainda assustado abraça carinhosamente a perna de um policial. Pois é gente, coisas assim é que me fazem pensar no quanto a natureza é linda e no quanto nós somos ingratos por tratá-la tão mal.

Me sinto péssima olhando para esse animal tão lindo, e imaginando que um dia ele não estará mais aqui, assim como tantos outros, graça a ações que nós, seres humanos, praticamos.

FAÇAM O TESTE DO BIG GREEN CLICANDO AQUI E O TESTE DO IBGE TEEN CLICANDO AQUI E VEJA SE VOCÊ É UM AMIGO DA NATUREZA.

Vamos ajudar o nosso planeta.

sábado, 19 de março de 2011

Que vai ser quando crescer?

Postado por Babi às 12:56
Reações: 
0 Comente aqui.
Vivem perguntando em redor. Que é ser?
É ter um corpo, um jeito, um nome?
Tenho os três. E sou?
Tenho de mudar quando crescer? Usar outro nome, corpo e jeito?
Ou a gente só principia a ser quando cresce?
É terrível, ser?
 Dói? É bom? É triste?
Ser; pronunciado tão depressa, e cabe tantas coisas?
Repito: Ser, Ser, Ser. Er. R.
Que vou ser quando crescer?
Sou obrigado a? Posso escolher?
Não dá para entender. Não vou ser.
Vou crescer assim mesmo.
Sem ser Esquecer.


Carlos Drummond de Andrade

 

Esse é o MEU conto de fadas. Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez